terça-feira, 27 de setembro de 2016

Porto de Paranaguá desembarca veículos Blindados

O Porto de Paranaguá desembarcou na segunda-feira (19) a bordo do navio "CLNC Corsica", um carregamento de 52 veículos blindados para uso do Exército Brasileiro. O lote foi doado pelo exército americano e será modernizado e adaptado para os padrões das Forças Armadas Brasileiras no 20º Batalhão de Infantaria Blindado de Curitiba.

Ao todo, quatro tipos de veículos foram desembarcados: 34 unidades do M-577, que tem 12 toneladas e é usado como posto de comando e ambulância; 12 unidades do M-113, de 11 toneladas e que tem como finalidade o transporte de sistemas de artilharia e tropas; quatro unidades do M-88, de 52 toneladas, usado para salvamentos e socorro pesado; e, por último, duas unidades do M-109, de 22 toneladas, que são blindados de artilharia.

“O Porto de Paranaguá é uma referência na movimentação de cargas gerais. Estamos trabalhando permanentemente para diversificar cada vez mais a gama de produtos operados e este carregamento de blindados é mais um exemplo disso”, explica o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino.

SEGURANÇA E CREDIBILIDADE - Segundo o coronel Everton Pacheco da Silva, da diretoria de material do Exército, o Porto de Paranaguá foi o escolhido para a operação pela experiência na movimentação de cargas especiais das Forças Armadas. “Sempre que trazemos peças e equipamentos de fora, usamos o Porto de Paranaguá. Além da proximidade de Curitiba, o porto tem tradição neste tipo de operação”, afirma.


Em 2012, o Porto de Paranaguá fez uma movimentação parecida, quando operou o desembarque de tanques de guerra vindos da Alemanha.

Fonte/ fotos 1,2,3,4,5= APPA







quarta-feira, 27 de julho de 2016

Petrobrás P-76

Segue imagens do navio plataforma tipo FPSO "Petrobrás P-76" ex "Golar Edinburgh Imo:9005223"entrando pelo Canal da Galheta em Pontal do Paraná em direção ao caís do consórcio Techint/Technip para finalização. A P-76 saiu do Rio de Janeiro na manhã do dia 16/07, e entrou pela Baía de Paranaguá no dia 25/07, trazidos pelos rebocadores "Skandi Angra" e "Normandi Master" também foi necessário o apoio dos rebocadores Smit Tariana, Smit tapeba, Hadar,Atria e Draco e mais dezenas de embarcações auxiliares. 



































sexta-feira, 22 de julho de 2016

Petrobrás P-76 já no Paraná

P-76 já chegou, como da pra ver no site de monitoramento de navios http://www.marinetraffic.com, já se encontra fundeado na barra de Paranaguá o casco da P-76 junto com os dois rebocadores "Skandi Angra" e "Normand Master", responsáveis por trazer a embarcação até o Paraná. Agora só é necessário aguardar melhores condições climáticas para a atracação, com previsão para dia 25/07, vale lembras que o casco mede 332m de comprimento por 58m de largura.




terça-feira, 19 de julho de 2016

Petrobrás P-76 a caminho de Pontal do Paraná

Depois de muito tempo, a espera acabou, já esta a caminho de Pontal do Paraná o casco da FPSO Petrobrás P-76, a embarcação desatracou do estaleiro Ilhaúma do Rio de Janeiro na tarde de sábado 16/07 com destino ao caís do consórcio Techint/Techinp que deve concluir a obra, onde serão embarcados dezenas de módulos já prontos em seu canteiro, com previsão de mais 1 ano de trabalho.
Foto: Edson Lucas
Fotos:2,3,4,5,6,7.8: Paulo Meletti






Antes de ser transformada na P-76, o casco pertenceu ao navio VLCC "Golar Endinburgh"construido em 1993 na Coréia do Sul. Medindo 332m de comprimento, 58m de boca e 22m de calado com capacidades de transportar 302,493 tonelados de carga.
Foto:Zeljko Pavicin
Foto: Morten Bjordalen
Canteiro de obra da Techint/Technip atualmente, foi necessário a construção de 300 m de cais para a atracação da P-75

Foto: Techint